Em enquete do Senado, 93% querem novas eleições

Consulta está aberta à população no site do Senado Federal

Consulta está aberta à população no site do Senado Federal

"Em meio a manifestações pedindo novas eleições, o Senado abriu uma https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=125574&voto=favor" target="_hplink" consulta pública de uma proposta de emenda à Constituição (PEC) sobre o tema.

Com autoria do senador Walter Pinheiro, o texto justifica: "Insere artigo no Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, para prever a realização de eleições presidenciais simultaneamente às eleições municipais de 2016".

Se a proposta for aprovada, os atuais governantes encerrariam seus mandatos em 1º de janeiro de 2017, e os eleitos exercerão mandato de dois anos, até 1º de janeiro de 2019.

A enquete está no ar desde maio e até a manhã desta terça-feira (06), 92,5% dos participantes manifestaram-se favoráveis à uma nova eleição presidencial. A proposta ainda tramita no Congresso.

Conforme ele, a chapa vencedora das eleições de 2014, tanto a presidente afastada como o atual presidente, Michel Temer, contam com a desaprovação da maioria da população, com base em pesquisas de opinião, e mesmo com o afastamento da presidente Dilma Rousseff, os graves problemas enfrentados não se resolverão. Em seu julgamento no Senado, ela reiterou esse pedido. Como este site tem mostrado nas últimas semanas, Temer experimenta a rejeição que Dilma enfrentou na reta final de sua gestão e tem sido alvo de uma onda crescente de protestos Brasil afora, desde a abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, encerrados em 21 de agosto.

Em reunião para definir as diretrizes de oposição a Temer, o Partido dos Trabalhadores (PT) anunciou que passará a defender as eleições diretas para presidente. Novos atos estão previstos para a próxima quarta-feira, por ocasião do feriado de 7 de setembro, em diversos municípios do país.