Goleiro Danilo, da Chapecoense, é enterrado em Cianorte, no Paraná

Família do goleiro Danillo foi homenageada na Arena Condá
Nilton Fukuda  Estadão Conteúdo

Família do goleiro Danillo foi homenageada na Arena Condá Nilton Fukuda Estadão Conteúdo

No Facebook, juntamente com a imagem, Daniele Padilha escreveu: "Pra sempre na minha história, nas minhas lembranças, orações, pensamentos!" Para sempre no meu coração, marcado no meu corpo! 'A camisa esta será entregue aos familiares como uma recordação do clube que, com muito orgulho, foi o primeiro a contar com o seu talento, companheirismo e profissionalismo', postou o clube em uma rede social.

Toda a família acompanhou o cortejo até o cemitério, no carro do Corpo de Bombeiros. Ela emocionou a todos ao durante uma entrevista para o canal Sportv, quando perguntou ao repórter Guido Nunes como ele estava se sentimento por ter perdido tantos amigos jornalistas.

Na última terça-feira, o goleiro foi mais uma das vítimas fatais do desastre aéreo que derrubou o avião que levaria a Chapecoense à final da Sul-Americana, em Medelín, na Colômbia.

No segundo jogo da semifinal contra o San Lorenzo (Argentina), na Arena Condá, o goleiro segurou 0 a 0 com direito a defesa à queima-roupa aos 47 minutos do segundo tempo.