Aumento dos dias de férias vai voltar ao Parlamento

BE PCP e Verdes voltam à carga em Janeiro com propostas de mais dias de férias

BE PCP e Verdes voltam à carga em Janeiro com propostas de mais dias de férias

Os Verdes reinvidicam que a terça-feira de Carnaval seja feriado nacional - o projeto em causa deu entrada na Assembleia da República em novembro de 2015, mas acabou por ser abandonado na época. Em fevereiro de 2016 o Governo deu tolerância de ponto no Carnaval e, de visita aos festejos daquela quadra em Torres Vedras, disse que "é urgente retomar a liberdade de podermos voltar a festejar o Carnaval".

Pela mão do Bloco de Esquerda será apresentada a 18 de janeiro a proposta de lei que pede um aumento das férias de 22 para 25 dias úteis anuais no setor privado. O PCP vai mais longe, querendo um dia adicional de férias para os trabalhadores do Estado por cada 10 anos de serviço.


Ainda assim, e mesmo que estas propostas sejam aprovadas já em janeiro, só em 2018 é que os trabalhadores terão direito a mais dias de férias. No mesmo dia, o Parlamento debate o projecto do Bloco de Esquerda que dá aos trabalhadores das empresas 25 dias de férias. É que o primeiro-ministro sempre se revelou um defensor do feriado no dia de Carnaval mas, no que toca ao aumento das férias, sempre se afastou dessa ideia.

No início de dezembro, António Costa logo avisou que essa atualização "não está em cima da mesa", não consta do programa de Governo.


Não é certo que o Governo dê a mão aos partidos à sua esquerdas para aumentar os dias de férias.


Recommended News