IBGE projeta safra 2017 em 221,4 mi de toneladas

IBGE prevê safra 20,3% maior em janeiro

IBGE prevê safra 20,3% maior em janeiro

A estimativa faz parte do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de janeiro, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com maior área e maior rendimento, a produção deve crescer 47,8%, de 16,446 mil toneladas para 24,307 mil toneladas.


Segundo o pesquisador, as previsões otimistas também vêm de fatores como aumento na área plantada e empenho dos produtores nos cuidados com a lavoura.


A área colhida de grãos no Brasil em 2017 deve totalizar 59,9 milhões de hectares, um crescimento de 4,9% em relação a 2016, quando o resultado foi 57,1 milhões de hectares. O IBGE espera um aumento de 11,8% na produção de soja, de 38,9% na de milho e de 10% na de arroz, as três principais culturas do país, que representam mais de 92% do total. "Uma parcela considerável de produtores aumentou a área plantada de milho de primeira safra, coisa que não vinha ocorrendo nos anos anteriores", lembrou Carlos Alfredo Guedes, analista da Coordenação de Agropecuária do IBGE. Estimativa de janeiroEm relação aos números do ano passado, as estimativas para 2017 indicam safras maiores de 14 dos 26 principais produtos, com destaque para algodão herbáceo em caroço (10,4%), amendoim em casca 2ª safra (35,7%), arroz em casca (10%), cacau em amêndoa (28,0%), feijão em grão 1ª safra (40,3%), feijão em grão 2ª safra (37,4%), milho em grão 1ª safra (22%), milho em grão 2ª safra (49,5%) e soja em grão (11,8%). Em torno de 30% da oleaginosa já está colhida em Mato Grosso. "A principal explicação é o clima, que foi muito prejudicial para a safra de 2016 e, até então tem beneficiado as lavouras em 2017", completou.