Vitória sobre o Flu ameniza a pressão sobre Zago no Beira-Rio

Quem leva

Quem leva

A primeira vez ninguém esquece! Muitos destes jogadores não vinham tendo oportunidade. Já o Fluminense sofreu com um time repleto de reservas e perdeu pela primeira vez em jogos oficiais no ano, após quatro vitórias seguidas.

O Fluminense vai a campo nesta quarta-feira (08), às 19h30, para enfrentar o Internacional pela Primeira Liga. Detalhe: foi a noite de estreia dele. O garoto Charles, volante de 20 anos, marcou pela primeira vez como profissional. O árbitro anulou porque Nogueira, em impedimento, disputou a bola com o goleiro do Inter.

Em pouco tempo de trabalho, o Fluminense de Abel Braga apresenta resultados promissores.

O jogo ainda teve três bolas na trave.

Já o Fluminense segue com apenas três pontos ganhos, mas também depende apenas de si para se classificar e poderá decidir sua vaga com um empate, dependendo de uma combinação de resultados.

O Inter começou o jogo se defendendo com seus três volantes e apostando nos contra-ataques.

O gol marcado saiu de uma troca de passes entre Dourado e Charles e uma enfiada para Roberson, que dividiu com o goleiro.

Após o início alucinante, o Inter tentou controlar o jogo e prendeu a bola no meio-campo. Primeiro, Léo bateu cruzado após virada de Renato, mas mandou para fora. Para os colorados mais apegados às coincidências, o movimento da nova promessa colorada na hora do gol lembrou um ex-volante, que também se chamava Charles e da mesma forma chegava com facilidade ao ataque. Na sequência, Uendel tentou finalizar no rebote, mas o chute explodiu na defesa do Flu.

O Inter não se encontrava em campo e via o Fluminense dominar a posse de bola, ainda que não levasse qualquer perigo. Aos 24 minutos, Carlinhos acionou Andrigo, que girou sobre a marcação e arriscou o chute no canto, mas Julio César foi buscar. Pouco tempo depois, foi o Fluminense quem acertou o poste, quando Charles quase virou vilão após cobrança de escanteio de Marquinho.

Mas tudo poderia ter acabado mal não fosse um gol do Fluminense anulado aos 43 minutos do segundo tempo. Marquinho cobrou falta para a área, Danilo afastou mal de soco, e a bola sobrou para Patrick, que completou para as redes.