Dragões confirmam que terão de comprar o passe de Óliver — FC Porto

OFICIAL FC Porto exerceu opção de compra de Óliver

OFICIAL FC Porto exerceu opção de compra de Óliver

A SAD do FC Porto confirmou, esta quinta-feira, junto da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a compra do passe de Óliver Torres ao Atlético de Madrid, por 20 milhões de euros. Esta terça-feira, porém, o Diretor de Comunicação e Informação do FC Porto revelou a existência da obrigatoriedade de compra de Óliver. Na situação do antigo jogador do Paços de Ferreira, o clube portista "pode acionar ou não" a cláusula de opção porque não é obrigatória, explicou o direito de comunicação dos portistas no programa "Universo Porto Bancada".


O zerozero foi analisar os últimos dez anos de mercados de transferências e apercebeu-se que entre o Atlético Madrid e vários clubes portuigueses já exististiram 24 negócios, entre compras e vendas, e já foram movimentados cerca de 280 milhões de euros.


"O FC Porto quando tem jogadores emprestados diz que são emprestados, como é o caso do Diogo Jota e do Óliver Torres, sendo que são empréstimos diferentes". Na primeira, em 2014/15, cumpriu 40 jogos e sete golos. Voltou no verão de 2016 e leva 27 jogos/2 golos.


Quando o jogador chegou ao Dragão, o comunicado enviado à CMVM referia um empréstimo de temporada e meia, até 31 de dezembro de 2017, destacando que "o contrato contempla a opção de compra definitiva dos direitos".