São Paulo vende 30 mil ingressos para estreia de Ceni no Morumbi

Rogerio Ceni prestou uma homenagem ao goleiro Danilo da Chapecoense

Rogerio Ceni prestou uma homenagem ao goleiro Danilo da Chapecoense

CHAMADA GERAL/ Anunciado como treinador do São Paulo desde o ano passado, Rogério Ceni ainda não fez sua estreia oficial dentro do Morumbi. Por isso, o São Paulo entrou ligado desde o começou e balançou a rede logo no primeiro minuto de jogo. Depois da saída de bola no meio de campo, Júnior Tavares encontrou Gilberto na área e o centroavante mostrou calma para fazer 1 a 0.

Em vantagem, o Tricolor pôde jogar com tranquilidade, controlando a posse de bola e sem sofrer com os contragolpes do adversário.

Como Rogério Ceni não pôde contar com o goleiro Sidão e o atacante Chavez, ambos com dores musculares, além do volante Wesley (passará por uma artroscopia no joelho direito e deve ficar pelo menos um mês longe dos gramados), ele colocou no time Denis no gol e deu chance para Gilberto na frente.

Para a vaga deixada por Wellington Nem, Neilton e Cícero são os candidatos. Assim, João Schmidt ou Araruna entrariam na equipe. Não teremos muito tempo para preparar o time, porque jogamos na quinta e só teremos o sábado para recuperar os jogadores fisicamente.

Precisando da vitória para não ser eliminado, o Moto Club assumiu postura mais ofensiva na segunda etapa, dando espaço para os contragolpes são-paulinos, mas também levando perigo ao gol de Denis. Pouco depois, Cícero quase marcou, mas o goleiro Ruan salvou.

Apesar do reforço que deve ser anunciado nesta sexta-feira (10) e apresentado no domingo, diante da torcida no Morumbi, antes do duelo contra a Ponte Preta, pelo Campeonato Paulista, Ceni vê espaço para outros nomes em seu grupo.

Atrás no marcador e precisando da vitória o Moto Club se fechou na defesa em busca de um contra-ataque enquanto o São Paulo passou a dominar as ações do jogo.