Nuvem tóxica em Setúbal devido a incêndio em armazém da Sapec

Cinco bombeiros feridos no incêndio no armazém de enxofre da Sapec em Setúbal

Cinco bombeiros feridos no incêndio no armazém de enxofre da Sapec em Setúbal

Também as creches e escolas, entre as quais o Instituto Politécnico de Setúbal, permaneceram encerradas, e assim deverão continuar até amanhã.

As autoridades estão ainda a alertar a população de algumas localidades de Mitrena para não sair de casa e fechar bem as janelas e portas.

"As pessoas que sentirem alguma irritação nos olhos ou na garganta que possa ter sido provocada pela nuvem de fumo devem contatar o 112 que já está a par da situação".


O incêndio criou uma nuvem de fumo tóxico que alastrou a várias zonas residenciais na região e obrigou os moradores a ficar em casa durante várias horas.

Participam nestas operações elementos dos bombeiros dos Sapadores de Setúbal, dos voluntários de Setúbal com a ajuda de meios dos bombeiros de Águas de Moura, Pinhal Novo, Palmela, Barreiro e Setúbal.

Dois dos bombeiros, um voluntário e um Sapador, que sofreram queimaduras ligeiras durante o combate ao incêndio, já foram transportados para uma unidade hospitalar, de acordo com o Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal.


"Congratulamo-nos por não ter havido vítimas mortais, apenas alguns feridos ligeiros e por a fábrica não ter sido atingida devido à pronta intervenção dos bombeiros", acrescentou a autarca setubalense.

A qualidade do ar na zona de influência do incêndio acabou por ficar restabelecida na noite de terça-feira, segundo a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), que explicou que o fogo fez libertar para a atmosfera dióxido de enxofre.

Fonte da Direção-Geral da Saúde tinha sito à agência Lusa que até meio da manhã de terça-feira os valores registados não tinham excedido os de referência.


O comandante dos Sapadores de Setúbal disse ainda à Lusa que uma área de cerca de 60 metros do armazém onde ocorreu o incêndio já foi coberta com areia, sendo esta a melhor forma de extinguir o incêndio, que deflagrou na terça-feira.