Turismo perto de subida de 10% em 2016

Hotelaria nacional cresce 17% em proveitos totais em 2016

Hotelaria nacional cresce 17% em proveitos totais em 2016

As dormidas aumentaram no conjunto de 2016 em todas as regiões, com destaque para os Açores (21,1%), Norte (12,8%) e Alentejo (10,8%).

No total global, as dormidas em 2016 no Centro de Portugal registaram um crescimento de 9,74%, ficando muito perto dos cinco milhões (4.943.896), número que subirá quando for contabilizada a atividade do turismo rural e das unidades de turismo local.

O INE avança também hoje que em dezembro de 2016 a hotelaria registou 1,1 milhões de hóspedes e 2,5 milhões de dormidas, correspondentes a subidas de 8,1% e 11%, respetivamente, no entanto inferiores às de novembro (de 12,9% e 14,9%, respetivamente). Os cidadãos nacionais aumentaram também as suas dormidas em 7,9%.


Já no conjunto de 2015, o INE diz que a subida de hóspedes foi de 8,1% e a de dormidas de 6,5%. Comentando os resultados, Pedro Machado, presidente da Turismo do Centro, afirma que "estes números comprovam que a estratégia que definimos é a correta".

Os turistas estrangeiros que visitaram Portugal tem o Reino Unido no topo do pódio, seguindo-se a Alemanha. O Centro de Portugal tem vindo a ganhar espaço como destino na perceção dos turistas, a nível nacional como internacional.

"É um território singular, único e ao mesmo tempo diversificado, capaz de atrair o turista mais curioso e exigente", continuou o presidente.


O Turismo Centro de Portugal acredita que o ano 2017 será melhor que o anterior, tendo em conta a tendência de crescimento. Assim, os estrangeiros representam sete em cada 10 dormidas. O rendimento médio por quarto disponível (RevPAR) atingiu 42.6 euros, subindo 13.4%, o mesmo aumento do que em 2015.

A Secretaria de Estado referiu no comunicado que "o crescimento da actividade turística fez-se sentir em todas as regiões". É a região a escolher para quem pretende experiências diversificadas, pois concilia locais Património da Humanidade com a melhor costa de surf da Europa, termas e spas idílicos, locais de culto de importância mundial e as mais belas aldeias - sem esquecer a gastronomia e os vinhos de eleição.