Marcelo Rebelo de Sousa inicia hoje visita de Estado de três dias

Tito Paris

Tito Paris

"Cabo Verde é o país irmão que se confunde com o nosso, de tal forma que não sabemos em Cabo Verde quem é cabo-verdiano e quem é português e em Portugal quem é português e quem é cabo-verdiano", realçou Marcelo, perante uma audiência de cerca de 300 pessoas a bordo da Fragata Álvares Cabral, atracada no porto da cidade da Praia, durante uma receção à comunidade portuguesa residente em Cabo Verde.

As palavras de Marcelo Rebelo de Sousa suscitaram uma salva de palmas da assistência, composta por deputados, membros do Governo de Cabo Verde e representantes do corpo diplomático.

Nesta intervenção, de vinte minutos, Marcelo Rebelo de Sousa disse que Portugal e Cabo Verde estão ligados por séculos de história comum, "um passado sem complexos de superioridade ou de inferioridade, para um lado ou para o outro", e têm hoje "uma relação entre duas democracias modernas", ambas "abertas a diferentes culturas e civilizações".

O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, prestou hoje homenagem à democracia cabo-verdiana, multipartidária, com livre debate de ideias e separação de poderes, apontando-a como "um exemplo" no contexto regional africano e para além dele.

No mesmo período, Portugal importou de Cabo Verde 11,3 milhões de euros de bens, o que traduz um aumento de 4% face ao ano anterior.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística, as exportações de Portugal para Cabo Verde somaram, em 2016, cerca de 258 milhões de euros, o que representa um acréscimo de 21% comparativamente a 2015 e fazem do arquipélago o 24.º destino dos produtos portugueses e o segundo PALOP depois de Angola. "Portugal tem sido o principal parceiro comercial de Cabo Verde nos últimos três anos, ocupando a primeira posição como fornecedor e como cliente", salientou Jorge Salvador, delegado em Cabo Verde da AICEP, à agência Lusa.

"Portugal continuará a ser um defensor ativo de Cabo Verde no seio das instituições europeias", reiterou. "Em cada investimento, em cada contributo no posto de trabalho, em cada momento educativo, cultural ou social, em cada passo que é dado nesta ilha como em todas as ilhas de Cabo Verde onde estais, é Portugal que está".

Em visita oficial a Cabo Verde, o Presidente da República portuguesa Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que o grande objectivo da sua viagem é a mobilidade de cidadãos no quadro da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e no plano bilateral e a renegociação da parceria entre Cabo Verde e a União Europeia.