Técnico Bauza é demitido da seleção da Argentina

Edgardo Bauza

Edgardo Bauza

Segundo o Olé, principal jornal esportivo da Argentina, até mesmo Lionel Messi será consultado sobre sua preferência pelo novo treinador. Segundo a imprensa argentina, o treinador disse que aceita assumir o cargo, desde que o seu contrato tenha duração até 2022, ano da Copa do Mundo no Catar. Tudo isso torna sua contratação muito difícil.

- Chegamos a um acordo com os dirigentes da AFA e amanhã (terça-feira) ele se despedirá em entrevista coletiva. Pouco mais de um ano para o maior evento futebolístico do planeta, a Argentina passa por perrengues para buscar a classificação ao torneio. Por ser autêntico, Bauza recebeu demasiadas críticas.

A reunião, prevista para esta tarde e confirmada pela agência oficial de notícias "Télam", acontecerá em meio aos boatos sobre a demissão Bauza, que de manhã apareceu para trabalhar na AFA normalmente.

O comunicado foi feito pelo presidente da AFA, Claudio Tapia. O ex-treinador do São Paulo comandou a Albiceleste em oito partidas, todas nas eliminatórias.

A Argentina está na quinta colocação nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, o que garante apenas a disputa da repescagem contra uma seleção da Oceania. Foram três vitórias, dois empates e duas derrotas.

A derrota para a Bolívia na terça-feira (28), combinada com os resultados dos principais concorrentes resultou no sinal de alerta mais uma vez ligado na Argentina. Seu time marcou nove gols e sofreu 10 no período. A crise no futebol do país piorou com a punição a Messi, que foi suspenso por quatro jogos por insultos ao auxiliar brasileiro Emerson Carvalho. O atacante do Barcelona atualmente tem mais três jogos de suspensão e só voltaria no último jogo, contra o Equador.