Governo concede tolerância de ponto dia 12 de maio

Papa Francisco- AP

Papa Francisco- AP

A mesma fonte adiantou à agência Lusa que a tolerância de ponto será dentro em breve anunciada formalmente pelo Governo.

O bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, já havia mostrado interesse em que o Governo avançasse com a tolerância de ponto. "Mas se não o fizer, os peregrinos não deixam de vir", referiu o responsável, adiantando que "o 12 de Maio calha numa sexta-feira, a grande celebração é à noite e, como em todos os 12 de Maio, há gente que vem só à noite, enche o recinto para o terço e a procissão de velas", disse na altura.

O Governo vai conceder tolerância de ponto no dia 12 de maio no âmbito da visita do Papa a Portugal.

Acompanhado de Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro e vogal da comissão executiva do Turismo Centro de Portugal, e Ana Abrunhosa, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Pedro Machado fez a oferta em nome do Turismo Centro de Portugal e da Vista Alegre, empresa do grupo Visabeira.

Neste percurso de cerca de cinco quilómetros entre o estádio e o Santuário de Fátima, devem concentrar-se dezenas de milhares de pessoas para saudar o Papa.

A visita decorreu ao abrigo de uma iniciativa da Associação Rota da Bairrada, que esteve no Vaticano para oferecer ao Papa Francisco a garrafa n.º 1 do espumante "1917-2017 Centenário das Aparições de Fátima", uma edição comemorativa das aparições da Cova da Iria, da qual foram apenas produzidas 1917 garrafas.

O papa estará menos de 24 horas em Portugal e terá encontros com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa.