Empresa espanhola Telefónica sofre ataque de cibernautas

Empresas estão a reagir a ataque informático

Empresas estão a reagir a ataque informático

A Vodafone Portugal, inicialmente apontada como uma das empresas afetadas, esclareceu entretanto que não sofreu qualquer ataque, tal como a Vodafone de Espanha.

Os funcionários da empresa receberam ordens para desligarem as máquinas e foram mandados para casa.

"Foi detetado um ataque informático a nível internacional, com impacto em vários países, nomeadamente Portugal, afetando diferentes empresas de vários setores".

A multinacional espanhola de telecomunicações Telefónica foi hoje obrigada a desligar os computadores da sua sede em Madrid, depois de detetar um vírus informático que bloqueou alguns equipamentos.

A Portugal Telecom (PT) foi alvo de um ataque informático desde a manhã desta sexta-feira, à semelhança do que está a acontecer também em Espanha e no Reino Unido.

A imprensa espanhola noticiou que o vírus desconhecido provocou a paragem dos computadores afetados, ficando o monitor azul e tendo aparecido em alguns equipamentos uma mensagem a pedir o pagamento de uma quantia em 'bitcoins', uma moeda virtual desenvolvida fora do controlo de qualquer Governo.

Segundo a multinacional de serviços tecnológicos Claranet as empresas de telecomunicações são o principal alvo do ataque informático: "Alertamos para o facto de estar em curso um ciber-ataque de grandes dimensões, dirigido principalmente a empresas de comunicações mas também com outros alvos em vista", refere a informação enviada pela Claranet aos clientes, a que a Lusa teve acesso.

Entretanto, também em Portugal, a EDP (elétrica) cortou o acesso à internet da sua rede para prevenir o risco de ataque informático aos seus sistemas.

A empresa de eletricidade afirmou que tomou esta decisão em coordenação com a Polícia Judiciária e o Centro Nacional de Cibersegurança (CERT), organismo do Governo.

Pelo menos 16 hospitais britânicos do Serviço Nacional de Saúde foram forçados parar o atendimento e a transferir pacientes urgentes, depois de um ataque informático a nível nacional, avança a Reuters.

Como os dados dos computadores afetados ficam encriptados, é pedido um resgate, como se pode ver numa das imagens acima, para repor a informação, daí a designação ransomware, com origem no termo inglês ransom, que significa resgate.

Segundo a BBC, os problemas foram detetados em hospitais de Londres, Blackburn, Cumbria e Hertfordshire, noroeste de Inglaterra.