JK Rowling pede que fãs não comprem manuscrito roubado

C_nIq_YXcAErsFW

C_nIq_YXcAErsFW

A autora da saga literária "Harry Potter" recorreu ao Twitter para torcer pela canção portuguesa a concurso na Eurovisão. "Por favor, não compre isso se lhe for oferecido". O roubo foi anunciado nesta sexta-feira (12) pelo Departamento de Polícia de West Midlands, que investiga o caso.

Vendido por 25 mil libras, mais de 100 mil reais, na época, ele chegaria a valer 240 mil reais hoje! O documento foi roubado em abril, em uma casa em Birmingham, na Inglaterra.

A renda do leilão foi doada à English PEN, uma organização que defende a liberdade de expressão, e à Dyslexia Action.

Além do manuscrito a polícia informou que foram roubados também diversas joias. "Por favor, não compre isto se te oferecerem". Mas pedem ajuda aos fãs de Harry Potter para localizar os ladrões. "Estamos apelando para que qualquer pessoa que veja ou receba oferta do item, entre em contato com a polícia", afirmou Paul Jauncey. O manuscrito está um dos lados de um cartão tamanho A5 e, com 800 palavras, contém uma história que se passa três anos antes do nascimento de Harry Potter. Ela começa quando os adolescentes Sirius e James são abordados por dois policiais irados ao final de uma perseguição de motocicletas em alta velocidade. A saga de Harry Potter foi dividida em sete livros originais e teve mais de 450 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, em 79 idiomas.