Jonas faz golaço, Benfica goleia e conquista tetra português

O árbitro Jorge Sousa

O árbitro Jorge Sousa

Algumas cartolinas, aliás, deram a tônica antes do início do jogo: "Façam história", pediam os fanáticos, em referência à chance do primeiro tetracampeonato do Benfica.

Em Portugal é a quarta vez que um clube consegue chegar aos quatro títulos consecutivos de campeão nacional. As Águias ainda buscam outro título nesta temporada. A partida será no próximo dia 28 de maio.

O Benfica recebeu hoje o Vitória de Guimarães sabendo que uma vitória garantiria o tão desejado Tetracampeonato, feito nunca alcançado antes. Os Dragões encaram o Paços de Ferreira neste domingo. O Sporting tem 67, na terceira colocação. A coesão que existe nesse grupo, estabilidade que tem, é todo um conjunto de fatores que fazem com que essa equipe seja campeão.

Há quase dois anos, Vitória "deu à Luz" carregado de interrogações, também minhas, com a difícil tarefa de "agarrar" uma equipa que tinha ganho tudo, com as inevitáveis vendas de passes de jogadores e a programada aposta na formação, razão primeira da mudança e consequente "fuga" do anterior treinador para o nosso rival de Lisboa.

A vitória do título veio com um massacre. O quarteto ofensivo, composto por Cervi, Salvio, Jonas e Jiménez foi um autêntico quebra cabeças para os homens de Guimarães. Você não leu errado.

Algumas dezenas de adeptos do Benfica juntaram-se este sábado em Bissau, capital da Guiné-Bissau, na sede do clube encarnado local para assistirem ao jogo com o Vitória de Guimarães e celebrarem o tetra do clube do Luz.

O terceiro e o quarto gols saíram ainda na primeira etapa, para já garantir a festa dos Encarnados. Após desarme no campo ofensivo, a bola parou com Pizzi que retribuiu o presente e serviu Jonas. O brasileiro mandou por cobertura e marcou um golaço: 4 a 0.

Depois, aos 37, Pizzi tabelou com Jonas, à entrada da área, atirando para o 3-0.