Portugal vence pela primeira vez o Festival Eurovisão da Canção

Eurovisão: o tom europeu do 62° Festival

Eurovisão: o tom europeu do 62° Festival

O cantor português Salvador Sobral venceu o Festival Eurovisão da Canção, com "Amar pelos dois". Trata-se de uma distinção extra-concurso atribuída pelos comentadores, que decidiram premiar Salvador e Luísa Sobral pela interpretação e a composição de "Amar Pelos Dois".

Entre as 26 músicas que estarão presentes na final deste sábado, as que são apontadas como menos favoritas são a espanhola e a ucraniana, sendo que o evento decorre em Kiev, já que a Ucrânia venceu o concurso no ano passado.

A última vez que Portugal competiu numa final do Festival Eurovisão foi em 2010.

O presidente da República e o primeiro-ministro de Portugal, nomeadamente Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa, postaram mensagens de felicitações nas redes sociais.

No 'site' eurovisionworld, que faz uma média de várias casas de apostas, Portugal ocupa, até hoje e desde 06 maio, o segundo lugar do pódio, liderado por Itália desde 18 de fevereiro. Entre os concorrentes, são apontados como maiores adversários de Salvador Sobral, Francesco Gabbani, de Itália, e Blanche e Kristian Kostov, concorrentes da Bélgica e Bulgária, respectivamente.

A 49ª edição do Eurovision Song Contest realizou-se hoje, dia 13 de maio, em Kiev, capital da Ucrânia.

Com a canção "Amar pelos dois", Portugal regressa à Eurovisão, após um ano de ausência, onde se estreou em 1964. A melhor classificação portuguesa no concurso foi um 6º lugar em 1996, com 92 pontos, com a canção "O meu coração não tem cor", interpretada por Lúcia Moniz.

A organização do Festival da Eurovisão da Canção irá disponibilizar no seu canal do YouTube a transmissão em direto da grande final.