Papa canoniza pastorinhos de Fátima

O papa Francisco desembarca na base aérea de Monte Real em Portugal em 12 de maio de 2017- AFP

O papa Francisco desembarca na base aérea de Monte Real em Portugal em 12 de maio de 2017- AFP

"Vamos orar a Fátima e ao Papa Francisco para que eles possam intervir para uma solução pacífica para a Venezuela", disse José Ornelas, um bibliotecário de 59 anos que veio de Caracas, que junto com outras cidades tem sido assolada por protestos mortais anti-regime. Algumas das figuras públicas presentes estiveram no meio da multidão e não quiseram faltar à chegada do representante máximo da Igreja Católica. "Em 2015, também aqui no santuário, entronizámos a imagem de Nossa Senhora Aparecida, que este ano comemora os 300 anos de aparição", lembrou Abiane Souza, realçando a união que existe entre Portugal e o Brasil também através da fé. Numa das publicações a apresentadora de "A Tarde é Sua" escreve: "Que emoção!"

"Não vos considereis apenas receptores de solidariedade caritativa, mas senti-vos inseridos, a pleno título, na vida e missão da Igreja", afirmou Francisco na tradicional saudação aos doentes que se encontravam no Santuário de Fátima. O papa Francisco pediu aos católicos que tomem o exemplo dos irmãos Marto e tirem força de Deus, mesmo quando a adversidade os atingir.

Desde 2008, o Vaticano pretende beatificar Lucia dos Santos, que se tornou freira e faleceu em 2005.

Segundo o autarca, o trabalho conjunto entre as diferentes entidades, como o Santuário de Fátima, a GNR, a Protecção Civil e os Bombeiros deu um "grande sinal" às pessoas que se deslocaram à Cova da Iria hoje e ontem.

Citando as Memórias da Irmã Lúcia, o Papa recordou a visão de Jacinta percorrida por "caminhos e campos cheios de gente, a chorar com fome" e a presença do "Santo Padre" a rezar "diante do Imaculado Coração de Maria".

As palavras do Papa Francisco direcionadas à emigração portuguesa expressam não só a importância dos emigrantes na construção de pontes entre povos e culturas, essência da mensagem universal da Igreja, como deslindam que a religião continua a constituir um fator estruturante de coesão e identificação das comunidades emigrantes. Como "bispo vestido de branco" evocou os conflitos que ocorrem em diversas partes do Mundo e pediu a Nossa Senhora que veja "as dores da família humana que geme e chora neste vale de lágrimas".

Além disso, Francisco celebra missa assistida pelo menino brasileiro Lucas Baptista, de 9 anos, que sofreu uma grave lesão cerebral ao cair por uma janela, em março de 2013, quando tinha 5 anos, e que se curou "milagrosamente" graças aos pastorinhos. Depois que seus pais invocaram os pastores, segundo contaram em Fátima, Lucas se curou rapidamente.

Se há 50 anos só se vendia nos dias 12 e 13 de maio (os dias da peregrinação) e passava-se o resto da semana a ler "a revista ou o jornal", hoje já não é assim. "Se recuperou totalmente, sem sequelas", assegurou seu pai, acrescentando que "os médicos, incluindo os que não creem, não puderam explicar essa recuperação".

Recommended News