Máscaras chegam ao Instagram e aproximam aplicativo ainda mais do Snapchat

São oito opções de filtros que permitem ao usuário incorporar personagens a publicação

São oito opções de filtros que permitem ao usuário incorporar personagens a publicação

Entre elas, destaque para as novas máscaras na câmera, que segundo a plataforma são "formas fáceis de transformar uma selfie comum em algo divertido". Para quem já recebeu a atualização, as máscaras podem ser acessadas a partir de um novo ícone em formato de rosto que aparece no canto inferior direito da tela quando você abre a câmera.

Conforme informações do Instagram, os usuários poderão enfeitar as fotos e os vídeos com máscaras, que vão desde orelhas felpudas do querido coala, óculos até equações matemáticas que ficam girando ao redor da cabeça. Ao terminar de produzir seu conteúdo, você pode enviá-lo para seus amigos com o Instagram Direct ou adicioná-lo à sua história.

Aplicativo do Facebook também adicionou recurso Rebobinar vídeos, que permite assistir aos clipes de trás para frente. Agora, você tem formas mais divertidas e fáceis para se expressar e conectar com as pessoas mais queridas.Para saber mais sobre as atualizações de hoje, acesse a Central de Ajuda do Instagram: https://help.instagram.com/314684928883274.Estas atualizações estão disponíveis na versão 10.21 do Instagram para iOS na App Store da Apple e para Android no Google Play. É um novo formato de câmera ao lado do já conhecido "Boomerang" e de "Mãos livres". "Experimente alguns truques mágicos sozinho e desafie as leis da física em qualquer lugar", sugere a plataforma.

"Também é possível adicionar mais contexto à sua história com o novo adesivo de hashtag".

Por fim, os usuários do aplicativo agora podem adicionar "adesivos" de hashtags em vídeos ou fotos das suas histórias (veja abaixo). "Depois de tirar uma foto ou gravar um vídeo, selecione uma ferramenta de desenho, toque e mantenha pressionada para preencher toda a tela com cores. Em seguida, usando a borracha, é possível mostrar de forma criativa partes da sua foto ou vídeo que estão por baixo do efeito", como na foto abaixo. O Facebook (que comprou o Instagram por 1 bilhão de dólares em 2012) também ofereceu uma oferta bilionária para os donos do Snapchat, que se recusaram a fazer negócio com a companhia de Mark Zuckerberg.