Autuori desabafa após Atlético-PR avançar na Libertadores: 'Só nós acreditávamos'

Principal esperança da torcida flamenguista atacante peruano balançou a rede duas vezes em cinco jogos disputados nesta fase de grupos do torneio continental

Principal esperança da torcida flamenguista atacante peruano balançou a rede duas vezes em cinco jogos disputados nesta fase de grupos do torneio continental

Quando entrou, o Atlético não ganhou só a forma de jogo, que não tinha com Lucho, mas ganhou alma.

E quando os brasileiros dominavam as ações, a Universidad Católica abriu o placar. Aos 35 minutos, Santiago Silva recebeu na entrada da área e bateu de primeira para abrir o placar. Para classificar, a La UC precisa vencer o Rubro-Negro e torcer por um triunfo do Flamengo na outra partida da chave.

Após a partida, o técnico Paulo Autuori falou com a imprensa e mandou recado àqueles que desacreditavam e criticavam o time: "Sou muito pragmático nesta situação". As primeiras chances foram atleticanas. Aos 42, Nikão cobrou a falta tentando por cima da barreira, mas pegou muito em baixo e a bola subiu demais. Em busca da tão sonhada classificação na fase de grupos da Conmebol Libertadores Bridgestone, o clube paranaense fez o impossível e com uma virada histórica por 3 a 2 sobre a Universidad Católica, deixou o Estádio San Carlos de Apoquindo como um dos classificados do Grupo 4 para as oitavas de final da competição, fazendo companhia ao San Lorenzo, que com virada na Argentina, derrotou o Flamengo por 2 a 1 e terminou na liderança geral do Grupo 4. As mudanças surtiram efeito e os três que entraram marcaram para o Furacão.

No Chile, a Católica saiu na frente com Santiago Silva, o Furacão empatou com Eduardo da Silva, aos 30 do segundo tempo. Um pouco depois, aos 39, veio o inesperado empate do Católica no belo chute de Noir, mandando no ângulo esquerdo de Weverton. Na segunda etapa, após as três mexidas do técnico Paulo Autuori – em que saíram Lucho González, Pablo e Grafite –, o Atlético chegou ao empate.

UNIVERSIDAD CATÓLICA - Cristopher Toselli; Magnasco, Kuscevic, Maripán e Parot; Manzano (Roberto Gutiérrez), Carlos Espinosa, Fuenzalida (Cordero), Buonanotte e Noir; Santiago Silva.

Data/Horário: 17/05/2017, às 21h45 (horário de Brasília). Nikão, Paulo André e Wanderson (Atlético-PR). O meia recebeu de Espinosa na entrada da área e foi esperto para tocar rápido para Santiago Silva. Apesar do jogo dificílimo, o time mostrou raça para sair dali com a classificação, e conseguiu em gol salvador do meia Carlos Alberto.

CARTÃO AMARELO - Wanderson (Atlético-PR).

Recommended News