Contra o Náutico, Inter busca primeira vitória em casa na Série B

O Internacional volta a jogar na próxima terça-feira às 21h30 contra o América-MG fora de casa

O Internacional volta a jogar na próxima terça-feira às 21h30 contra o América-MG fora de casa

O técnico do Náutico, Waldemar Lemos, faz mistério quanto a escalação do time. Com dois homens a mais, o Internacional tirou proveito da superioridade numérica dentro de campo e sacramentou a vitória com Marcelo Cirino após o cruzamento de Pottker: 4 a 2.

O Internacional volta a jogar na próxima terça-feira, às 21h30, contra o América-MG, fora de casa. "Quando a gente atua com três ou quatro volantes, às vezes, a bola chega um pouco menos e meio rifada". A única diferença em relação à última partida foi a entrada de Vinícius, que fez a sua estreia, na vaga de Jefferson Nem.

Vamos à cronologia dos acontecimentos: Carlos fez 1 a 0, em um belo gol de cabeça, mas os pernambucanos empataram no finalzinho do primeiro tempo. Dessa vez, Tiago Cardoso derrubou o atacante do Internacional e marca de cal foi assinalada. O atacante se antecipou a David e cabeceou sem chance para Tiago Cardoso. Os ataques constantes pelas laterais penetravam com facilidade e o Timbu não reagia. "Corri muito, marquei, e ele (Guto Ferreira) viu que me esforcei", comentou Carlos. No primeiro, o juiz marcou falta de Nirley sobre Marcelo Cirino. William Pottker cobrou e desempatou. Quatro minutos depois, Pottker, sozinho, chutou para o gol e Nirley deu um carrinho, mas usou o braço para ajudar no corte.

Mesmo com o erro, o Inter continuou pressionando e, em jogada semelhante ao gol invalidado, saiu na frente do placar com o mesmo Carlos aos nove minutos.

Com 3 a 1 no placar o Internacional não desacelerou e seguiu para cima do Timbu. O Internacional pressionava, e o Náutico seguia cedendo espaços. O detalhe é que quem recebeu o cartão amarelo foi o volante Darlan. A terceira penalidade em favor do Colorado foi desperdiçada por Cirino. Aos 39 minutos, depois de um vacilo da defesa do Inter, outro estreante, Iago, invadiu a área de Danilo Fernandes e bateu no canto esquerdo. Quando parecia que poderia existir uma reação inesperada, veio o golpe fatal. A partida diante do Náutico está marcada para o sábado, às 16h30min, no Beira-Rio. Já o Náutico, no mesmo dia, só que às 19h30, recebe o Paraná na Arena de Pernambuco. Um bom resultado contra os paranaenses é importante porque a equipe é a primeira fora da zona de rebaixamento e neste momento é adversária direta do Timbu na fuga do rebaixamento.

Danilo Fernandes; Edenilson, Léo Ortiz, Danilo Silva e Uendel; Rodrigo Dourado, Fabinho; William Pottker, D'Alessandro e Carlos; Nico López.

Náutico (2): Tiago Cardoso; Deivid, Aislan, Nirley e Manoel; Darlan, Amaral e Rodrigo Souza (Giovanni); Erick, Vinícius (Iago) e Jerônimo (Alison).