"Fico feliz por sair com mais um golo" — André Silva

Aquela máquina…

Aquela máquina…

Portugal conquistou ontem à noite mais uma importante vitória na campanha de acesso ao Mundial de 2018 ao superar, em Riga, a Letónia, por 3-0. Simpático e carinho, CR7 retribuiu o gesto e ficou com o menino até chegarem os seguranças que o retiraram do relvado. O capitão apontou 18 nos últimos 11 jogos que disputou (quer com a camisola das quinas quer com a do Real Madrid) e chegou aos 73 no total, ultrapassando desta forma Mirolasv Klose (71) na lista dos maiores goleadores europeus ao serviço das respectivas selecções nacionais. E não tardará muito a assumir a liderança, porque para ele tudo é rigorosamente possível.

"Vimos aqui para ganhar o jogo e somar mais três pontos".

Cristiano Ronaldo esteve, mais uma vez, em grande, mas não foi só devido ao seu desempenho como jogador de futebol.

Sem dar sinais de quebra continua a Suíça, que, a se manterem este estado de coisas, virá a Portugal na última jornada defender a vantagem de três pontos, conquistada na jornada inaugural, quando bateu Portugal por 2-0, numa fase de qualificação em que apenas o primeiro classificado tem o apuramento direto assegurado, apurando-se os segundos para um 'play-off'.