Em Góis já há 27 aldeias com ordem de evacuação

Fogo alastra em Góis e obriga a evacuar lar de idosos

Fogo alastra em Góis e obriga a evacuar lar de idosos

Em declarações à agência Lusa, a presidente da Câmara de Góis, Lurdes Castanheira, precisou que as aldeias já evacuadas são as de Cadafaz, Sandinha, Candosa, Capelo, Corterredor, Cabreira, Aldeia Velha, Candosa, Carvalhal do Sapo, Tarrastal e de Folgosa.

O número de aldeias hoje evacuadas em Góis, no distrito de Coimbra, devido ao incêndio que lavra desde sábado no concelho, aumentou de 18 para 27, disse o secretário de Estado da Administração Interna.

O incêndio que deflagrou no sábado à tarde em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, provocou pelo menos 64 mortos e mais de 150 feridos.

"Essas aldeias não estão em perigo mas a forma como o incêndio se está a desenvolver pode vir a pôr em perigo", especificou o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes.

Lurdes Castanheira falou numa "situação grave" que "pode passar a ser gravíssima", dadas as dificuldades no combate às chamas.

"Para já, não há outras, não há necessidade [de evacuar mais aldeias]", acrescentou.

Segundo dados da Proteção Civil, os 39 incêndios de menor dimensão localizam-se nos distritos de Aveiro (1), Beja (2), Bragança (2), Castelo Branco (3), Coimbra (1), Évora (2) Faro (2), Guarda (3), Leiria (4), Lisboa (2), Porto (3), Santarém (5), Viana do Castelo (2), Vila Real (4) e Viseu (3).

De acordo com a informação disponibilizada no 'site' da Autoridade Nacional de Protecção Civil pelas 12h15, o incêndio em Góis mobilizava 673 operacionais, auxiliados por 233 viaturas e cinco meios aéreos. Um lar da terceira idade que pertence à Cáritas Diocesana de Coimbra foi também evacuado.

08h02 - Os meios aéreos foram mobilizados para combater esta terça-feira de manhã o incêndio de Góis e Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra, informou fonte do CDOS. 56 idosos foram retirados das instalações.

A aldeia de Cadafaz, no mesmo concelho, é um dos pontos mais problemáticos, há pelo menos seis homens que se recusam a abandonar as suas coisas.