É assim que a NASA quer salvar a Terra

Filme 'Armageddon' é ficção científica? Veja o plano da NASA

Filme 'Armageddon' é ficção científica? Veja o plano da NASA

Concepção artística da espaçonave do DART (Double Asteroid Redirection Test) da Nasa, que vai ser arremessada contra um asteroide para tentar desviar sua órbita Parece coisa de ficção científica, mas a Nasa acaba de anunciar uma missão para jogar uma espaçonave contra um asteroide, na tentativa de desviar sua órbita.

A agência espacial norte-americana tem uma nova missão: criar um dispositivo para afastar os asteroides que passem perto do planeta Terra. Um asteroide duplo já foi escolhido. Ao atingir um asteroide, o que se espera é alterar sua órbita.

A ideia é acelerar a sonda DART a 6 quilômetros por segundo e arremessá-la contra Didymos B.

Aqui na Terra, observatórios acompanharão o impacto e as mudanças resultantes na órbita de Didymos B em relação ao A. A esperança é que, com o DART, em breve, haverá um mecanismo de defesa que possa impedir que asteroides nos coloquem em extinção. Segundo um dos líderes do projeto, Andy Cheng, "como nós não sabemos muito sobre suas estruturas internas ou composições [dos asteroides], precisamos realizar esse teste em um asteroide de verdade". Mas quase todos são destruídos na atmosfera do nosso planeta por causa do atrito contra os gases de lá.

Mas, caso os resultados do experimento sejam positivos, a missão poderá servir de base para o desenvolvimento de novos planos de deflexão de objetos celestes potencialmente perigosos.

Mesmo assim, o momento em que a Terra precisará se defender de uma ameaça como a que aniquilou os dinossauros ainda não está no futuro próximo.

Segundo Amanda, Didymos A é um pouco maior do que Didymos B, e a NASA pretende enviar a espaçonave em rota de colisão contra o menor deles para ver o que acontece.

O astronauta Tom Jones considera que vale a pena dar prioridade a projectos como a AIDA, dada a oportunidade única de testar essas tecnologias de defesa planetária num asteróide que não representa uma ameaça.