Pedro Rocha, Grohe e Bolaños desfalcam Grêmio contra o Flamengo

O jogador Geuvânio já pode ser utilizado pelo Flamengo. Ele usará a camisa de número 23

O jogador Geuvânio já pode ser utilizado pelo Flamengo. Ele usará a camisa de número 23

De novo vice-líder, com 25 pontos, o Grêmio volta para casa feliz com a vitória no Rio depois de três derrotas seguidas no campeonato, mas certamente preocupado com a enorme vantagem do Corinthians, que chegou a 35 ao vencer ontem o Palmeiras por 2 a 0 no Allianz Parque. A presença na Libertadores de todos possíveis pretendentes, com exceção do Flamengo, talvez seja o maior trunfo COLATERAL do líder Corinthians para encarreirar o título. No domingo, o Rubro-Negro visita o Cruzeiro, no Mineirão, pela décima quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

Na etapa final, o Flamengo se atirou para o ataque a partir dos 15 minutos, com a entrada de Geuvânio no lugar de Márcio Araújo. A partida tem tudo para ser uma peleia, visto que as duas equipes disputam a vice-liderança na tabela de classificação.

Data/Horário: 13/7/2017, às 19h30 Local: Ilha do Urubu, Rio de Janeiro (RJ) Onde assistir: Premiere e tempo real do LANCE! Luan passou por Márcio Araújo e Cuéllar, tentou acionar Barrios, mas Trauco apareceu para cortar.

Com o resultado, o Grêmio acabou com uma sequência ruim no Brasileiro. A impressão é que nem mesmo mais 90 minutos seriam suficientes para o Flamengo balançar a rede. Na melhor chance para a Chape, Arthur finalizou de perna esquerda e mandou por cima.

O Flamengo aumentou a pressão na segunda etapa. No mais, o time seguirá o mesmo, com Diego e Evérton Ribeiro cada vez mais entrosados - um perigo para a defesa do Grêmio que deu bobeira nas últimas 3 rodadas do Brasileirão.

O setor ofensivo rubro-negro foi contido pelo tricolor, recuado, e explorando o contra-ataque. Depois das trocas do técnico Zé Ricardo, a equipe carioca passou a empilhar chances de gol, mas parou no goleiro Léo. No quique da bola, Léo fez uma grande defesa e salvou aquele que seria o empate do Flamengo. Embora tenha ficado bem mais tempo com a bola, o Fla só conseguiu mostrar alguma força efetiva no ataque nos últimos minutos, mas aos 25 Luan já tinha feito 1 a 0.

Mais discreto, o Grêmio arriscou pela primeira vez somente aos 20, numa finalização fraca de Ramiro, de fora da área.

Léo, que estava muito bem na partida, errou e quase deixou o Flamengo empatar aos 34 minutos.

- O que me tira o sono é ficar pedindo a Deus que as coisas aconteçam sempre assim - diz o comandante do Corinthians.