Polícia prende adolescente suspeito de cometer cinco ataques com ácido em Londres

Resposta de emergência após ataque com ácido no leste de Londres

Resposta de emergência após ataque com ácido no leste de Londres

Várias pessoas foram queimadas no rosto, e uma das vítimas teve ferimentos severos, segundo a agência Reuters. Outros três casos semelhantes ocorreram com poucos minutos de intervalo. As cinco vítimas foram atacadas com uma substância corrosiva no rosto e foram transportadas para o hospital, onde receberam assistência.

As ocorrências foram registradas nos bairros de Hackney, Stoke Newington e Islington. O jovem foi detido por suspeita de participar de "atos graves de agressão e assalto". A polícia acredita que os ataques sejam interligados. Cressida Dick, porta-voz da Polícia Metropolitana de Londres, declarou à imprensa que, embora relativamente raros, incidentes com ácido vêm aumentando na capital britânica. De seguida, os atacantes fugiram com a mota da vítima.

Diane Abbott, uma política britânica do Partido Trabalhista (liderado por Jeremy Corbyn) partilhou na rede social Twitter o seu desagrado com o incidente.

A comissária da Polícia Metropolitana de Londres afirmou que a cidade tem registrado um número crescente de ataques com ácido nos últimos anos.

Os ataques começaram esta quinta-feira, por volta das 22:25 horas (hora local) em Hackney Road, quando um homem de 32 anos foi ferido na cara após dois indivíduos numa motorizada terem atirado intencionalmente uma substância "que parece ser um ácido".