Vettel testou escudo de proteção e não gostou: "Fiquei tonto"

Sebastian Vettel se mostrou cauteloso com o uso do Escudo

Sebastian Vettel se mostrou cauteloso com o uso do Escudo

No treino livre desta sexta-feira, Sebastian Vettel foi o primeiro piloto a testar o novo dispositivo de segurança, o Escudo, mas não se mostrou muito satisfeito. O piloto da Ferrari foi o único a usar o chamado "shield" logo à frente do volante de seu carro.

"Eu fiquei um pouco tonto".

"Acho que é por causa da curvatura, ficamos com uma visão um bom bocado distorcida", contou o tetracampeão mundial acrescentando que se sente um efeito do vento quando no final das retas se inclina o capacete para a frente. Nós tínhamos um planejamento de corrida, mas eu não gostei muito.

O escudo tem o GP de Itália, em Monza, depois da paragem de verão, como próxima etapa de testes para a FIA decidir sobre a sua possível implementação em 2018. O alemão revelou que devido a todos estes problemas a equipa decidiu encurtar a planeada avaliação, acreditando apesar de tudo que no caso de acidente um piloto não tem dificuldade em sair do carro: "Claro que não ajuda". Ele substituiu o "halo", que era uma estrutura metálica, no formato de arco, como se fosse um para-brisa. "Vamos testá-lo em vários carros nos próximos meses", disse o diretor técnico da Williams, Paddy Lowe, que vem acompanhando o desenvolvimento da proteção.