Marcelo Melo conquista Wimbledon em maratona de quase cinco horas

Marcelo Melo e Lukasz Kubot vencem e estão nas semifinais em Wimbledon

Marcelo Melo e Lukasz Kubot vencem e estão nas semifinais em Wimbledon

Em uma partida épica que durou mais de quatro horas e meia, o tenista mineiro Marcelo Melo conquistou o título de Wimbledon, um dos princiapis torneios do mundo, nas duplas, ao lado do polonês Lukasz Kubot. O último título havia sido em 1966, quando Maria Esther Bueno venceu, também nas duplas.

A dupla Melo e Kubot e Marach e Pavic fizeram um duelo de alto nível no set inicial.

Em 2015, o brasileiro conquistou o título Roland Garros ao lado do croata Ivan Dodig. Junto com o polonês, Melo forma, também, a melhor dupla da temporada - são os líderes do ATP Doubles Team Race to London, que define as oito parcerias de 2017 para disputar o ATP Finals.

Na final feminina, também disputada no sábado, a espanhola Garbiñe Muguruza se impôs sobre a americana Venus Williams e venceu por 7/5 e 6/0, conquistando o Grand Slam inglês.

A partida foi extremamente equilibrada desde o início da partida, com ambas as duplas confirmando seus serviços sem ceder quebras de saque.

O terceiro set foi uma espécie de resumo do jogo. Na sequência, precisaram de cinco sets para eliminar o austríaco Alexander Peya e o alemão Philipp Petzschner. A surpreendente dupla croata formada por Nikola Mektic e Franko Skugor se garantiu nesta quarta na luta por um lugar na decisão ao derrotar o chileno Hans Podlipnik e o bielo-russo Andrei Vasilevski por 3 sets a 1, de virada, com parciais de 6/7 (8/10), 6/4, 7/6 (7/5) e 7/5. Deste ponto em diante, Marach e Pavic dominaram até vencer por 6/3 e forçar o 5º set. Contudo, Kubot não conseguiu confirmar seu serviço no game seguinte e o jogo foi para o quinto set. A dupla do brasileiro é a favorita. Buscando finalizar o jogo, Melo e Kubot executaram muito bem o saque e anotaram impressionantes 13 aces no set. As primeiras chances de quebra vieram para Melo e Kubot em forma de match-points no 13º game, ambas salvas por jogadas incríveis de Pavic.