Muguruza é a nova rainha de Wimbledon

Para manter hegemonia da família Venus Williams encara Muguruza na final de Wimbledon

Para manter hegemonia da família Venus Williams encara Muguruza na final de Wimbledon

A veterana americana Venus Williams, cinco vezes campeã de Wimbledon, voltará a disputar a final em Londres, após vencer a britânica Johanna Konta, número 7 do mundo, em dois sets, 6-4, 6-2, nas semifinais desta quinta-feira.

As duas tem nada menos que 14 anos de diferença de idade - Venus tem 37, enquanto Muguruza tem 23. Ela também foi vice-campeã em 2002, 2003 e 2009, em todas estas ocasiões sendo derrotada na final pela sua irmã mais nova, Serena Williams.

Sob os olhares de Serena Williams, que esteve na arquibancada apoiando sua irmã mais velha, Muguruza não teve dificuldades para despachar a mais velha da família Williams.

Muguruza arrancou ainda gargalhadas do público ao dizer que cresceu a ver Venus jogar - a norte-americana, em jeito de brincadeira, fez um olhar reprovador - e revelou que sempre sonhou erguer o troféu de Wimbledon. Venus Williams ainda tentou algumas jogadas para reverter o placar, mas todas foram em vão.

Muguruza precisou de apenas 1h04 para garantir-se na grande final. A norte-americana foi quebrada em três oportunidades e, visivelmente abatida, não conseguiu fazer frente à espanhola. A campeã de Roland Garros em 2016 impôs seu jogo agressivo, mostrou-se em forma e venceu mais de 70% dos pontos de saque. "Eu cresci vendo ela jogar, então é incrível jogar com ela na final", disse.

"Definitivamente. Eu me sinto incrível de poder jogar com ela aqui", disse Muguruza.

Muguruza também passa a ter uma história com as irmãs Williams em torneios de Grand Slam, tornando-se a primeira jogadora a superar ambas, Serena e Venus, em finais desta categoria.