'É inaceitável', define Dorival Júnior sobre situação do São Paulo no Brasileirão

Nenê pode estar de saída do Vasco

Nenê pode estar de saída do Vasco

Depois de ser derrotado pela Chapecoense, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, o São Paulo só terá um dia de treino para se preparar para o jogo diante do Vasco, na quarta-feira (19).

O retorno do São Paulo à capital paulista ocorreria durante a noite de domingo, no entanto, não havia teto para a aeronave pousar em Chapecó e a previsão é de que a situação continuaria pelos próximos quatro dias.

Ao final da partida, os jogadores da Chapecoense se reuniram em campo e tiveram uma conversa para reforçar o compromisso da equipe em seguir vencendo jogos após o fim da sequência de seis rodadas sem um resultado positivo no Brasileirão.

Apesar de estar há apenas dois jogos no comando do time, Dorival Júnior está inconformado com o longo jejum de triunfos do São Paulo. Quando fizemos os gols contra o Atlético-GO também houve desarranjo.

"É natural que preocupa". Hoje, quando tomamos o gol, houve novamente um descontrole desnecessário por aquilo que a equipe vinha mostrando. Dorival demonstrou preocupação com esta situação. Toda situação criada parece que acaba dentro do nosso gol e temos que procurar, com os trabalhos possíveis, melhorar essa condição. "Era questão de tempo para encaixarmos uma jogada, conseguir uma tabela, uma triangulação que nos colocasse em condição de uma definição", comentou Dorival Jr após o jogo. "A equipe mostrou uma evolução, mas na jogada final, na definição, acaba tendo algumas dificuldades", concluiu o novo comandante do São Paulo. É um momento difícil, mas só nós, com trabalho, sairemos dessa situação - completou o treinador. Tenho que dar razão aos jogadores, nós temos que trabalhar muito mais do que falar, é uma realidade. Não estamos aceitando essa situação, porém, temos que ter o equilíbrio de procurarmos neutralizar aquilo que vem acontecendo. O São Paulo precisa de uma vitória para começar a adquirir uma confiança maior.