Trump comemora seis meses na Casa Branca como o presidente menos popular

Popularidade de Trump cai anda mais

Popularidade de Trump cai anda mais

Aprovação do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, caiu de 42% para 36%.

Desde a primavera que a popularidade de Donald Trump tem caído, de acordo com os resultados da sondagem.

No domingo, Trump lançou-se na rede social Twitter com particular fúria, atacando os meios de comunicação social: "Como todas estas fontes anónimas e falsas, com estas notícias altamente parciais e mesmo fraudulentas, as #NotíciasFalsas estão a DISTORCER A DEMOCRACIA no nosso país". Simultaneamente, o nível de desaprovação da gestão do magnata subiu cinco pontos, para 58%, segundo a pesquisa, que entrevistou mil adultos entre 10 e 13 de julho.

"Apesar de que quase 40% de aprovação não ser tão ruim neste momento, essa é a pesquisa mais imprecisa próxima de uma eleição", tuitou Trump para se defender.

A imprensa norte-americana revelou que Ty Cobb será responsável pelas investigações sobre a interferência da Rússia na eleição presidencial dos EUA e sobre o "Russiagate".

Espera-se que Cobb, sócio do escritório de advocacia Hogan Lovells, em Washington, seja um intermediário entre a Casa Branca e o Congresso, além de advogados externos, à medida que investigações sobre as conexões entre a campanha de Trump e a Rússia continuam. A sondagem mostra, também, que 48% dos americanos acreditam que a liderança dos Estados Unidos no mundo está mais fraca do que quando Trump chegou à Casa Branca e que apenas 24% dos inquiridos mostra confiança nas mudanças que o presidente quer introduzir ao Obamacare, o plano de assistência na saúde que foi uma das bandeiras da Administração de Barack Obama, contra 50% que preferiam que o plano se mantivesse. Ele disputou a presidência no ano passado com a democrata Hillary, ex-secretária de Estado e ex-primeira-dama.