Anvisa suspende venda e uso de lotes de Paracetamol e Amoxicilina

Pixabay

Pixabay

A ANVISA (Agência Nacional de vigilância Sanitária), suspendeu lotes de Paracetamol, antibióticos Amoxil BD e Sulfametoxazol.

Todos os lotes desse medicamento estão suspensos devido a mudança no fabricamento do principio ativo do medicamento, porém quando se muda o princípio ativo a ANVISA tem que autorizar previamente, porém como isso não ocorreu o medicamento está sendo retirado.

A decisão da Anvisa chegou a ser publicada no Diário Oficial da União.

Caso você possua esse medicamento ( desse lote) não deve ser consumido, porém os demais lotes estão liberados.

Motivo: foi identificada a presença de um material sólido na solução líquida.

O caso foi classificado como de baixo risco e a ação é preventiva.

Neste caso, a agência explica que a suspensão vale para todos os lotes do medicamento que está em nome da Glaxosmithkline Brasil nas embalagens de 200 mg/5ml Pó suspensão oral X 100 ml e 400mg/5 ml Pó Suspensão Oral x 100 ml.

Motivo: a fabricante modificou a forma de produção do produto sem autorização prévia.

Uma análise do Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo, identificou problemas no ensaio de aspecto do produto.

Outro medicamento também foi retirado de circulação, o 15L20A do Sulfametoxazol + Trimetoprima 800 + 160mg devido a problemas na forma, cor, textura ou aspecto geral do produto. "A empresa vai tomar as medidas necessárias para apurar se a alteração no aspectos do medicamento foi ocasionada por armazenamento em condições inadequadas".

A indústria farmacêutica Prati-Donaduzzi emitiu nota de esclarecimento comunicando que já iniciou o processo de recolhimento voluntário do medicamento em todo o território nacional.