EUA: 100 mil casas já foram afetadas por Harvey no Texas

USA Texas Hurrikan Harvey

USA Texas Hurrikan Harvey

A depressão tropical está, agora, ameaçando a região próxima à fronteira entre os Estados do Texas e da Louisiana.

Ao final, o S&P ficou em alta de 0,46% aos 2.457; o Dow Jones ficou em alta de 0,12% aos 21.892; e o Nasdaq em alta de 1,05% aos 6.368.

A tempestade Harvey deverá dissipar-se depois de regressar a terra e as chuvas deverão terminar até quinta-feira.

As inundações, com milhares de desabrigados e 20 mortos está comprometendo o núcleo energético do País, com mais de 20 refinarias com as atividades paralisadas desde a última sexta-feira.

O setor de trabalho privado mostrados pelo relatório da ADP também surpreenderam e animaram os investidores, antes do governo começar a contabilizar os estragos com a tempestade que castiga os Estados Unidos por seis dias consecutivos.

Segundo a autoridades meteorológicas, Harvey estava em Alexandria, na Louisiana, às 22h (0h de quinta em Brasília), com ventos de 56 km/h. Houston ainda está inundada, e a tempestade atingiu as três últimas regiões nesta quarta (30). De acordo com a agência de notícias Reuters, um policial foi hospitalizado após inalar substâncias químicas e outras nove pessoas recebem atendimento médico por precaução. O local produz peróxidos orgânicos utilizados na produção de resinas plásticas, poliestireno, tintas e outros produtos.

"Os peróxidos orgânicos são extremamente inflamáveis e, de acordo com as autoridades, o melhor era deixar que o incêndio se apagasse por si mesmo", explicou a Arkema.

O autarca de Houston anunciou um recolher obrigatório na cidade a partir das 22h00 de terça-feira (04h00 desta quarta-feira em Lisboa). A empresa afirmou que há chance de novas explosões e pediu para que as pessoas não se aproximem do local.

A passagem do fenômeno deixou 32 mil desalojados e cerca de 250 mil imóveis continuam sem energia elétrica.

Recommended News