Saiba quanto você recebeu de lucro do FGTS

Total do FGTS distribuído representa metade do resultado de R$ 14,5 bilhões do FGTS em 2016 segundo a Caixa

Total do FGTS distribuído representa metade do resultado de R$ 14,5 bilhões do FGTS em 2016 segundo a Caixa

Depois da liberação dos valores correspondentes às contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), o governo Federal liberou a distribuição do lucro alcançado pelo benefício em 2016.

Conforme informou o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, no último dia 10, a distribuição dos resultados do FGTS ocorrerá anualmente, com os depósitos sendo efetuados sempre até o dia 31 de agosto.

Segundo dados divulgado em cerimônia no Palácio do Planalto, o lucro líquido do FGTS no ano passado foi de R$ 14,555 bilhões. Mais de R$7 bilhões de reais serão distribuidos aos trabalhadores brasileiros que se enquadrem nessas especificações.

Segundo a Caixa será disponibilizado em breve, através do site, a consulta aos valores depositados.

Pelas regras do Fundo, o percentual de distribuição de resultados do FGTS é de 50% do lucro líquido do exercício anterior.

Com a distribuição de resultados equivalente a 1,93%, a rentabilidade das contas do FGTS aumenta de 5,11% ao ano (3% ao ano mais Taxa Referencial) para 7,14% ao ano. A Lei estabelece que os valores creditados nas contas dos trabalhadores sejam proporcionais ao saldo da conta vinculada apurada no dia 31 de dezembro do ano anterior.

Mesmo que o leitor tenha sacado os recursos de uma ou mais contas do FGTS em 2017, também irá receber os rendimentos extras referentes a 2016, com base no saldo que possuía em 31/12/2016. Para isso, é preciso apenas informar o número do CPF ou do PIS/Pasep e a senha cadastrada. Só poderá ser retirado nas condições previstas em lei para saque do FGTS, entre elas: demissão sem justa causa, quando da aposentadoria, quando da aquisição da casa própria, pessoas com 70 anos ou mais.

Criado no dia 13 de setembro de 1966, o FGTS equivale a 8% da remuneração, sem descontar do salário do trabalhador. Importante mencionar que se o trabalhador sacou todo o dinheiro de uma conta inativa, a conta irá continuar existindo e o valor do bônus será depositado nesta conta.