Vendido ao Spartak, Pedro Rocha recebe homenagem do Grêmio

Pedro Rocha tem tudo certo para jogar no Spartak Moscou

Pedro Rocha tem tudo certo para jogar no Spartak Moscou

Por um valor de 12 milhões de euros (cerca de R$ 45 milhões), o clube gaúcho aceitou liberar o jogador para realizar exames médicos e que deve viajar nos próximos dias para a Rússia. Os outros 30% são do Diadema, clube do interior de São Paulo.

As duas equipes têm até esta quinta-feira para fecharem o acordo, já que a janela de transferência para a Europa se encerra no dia 31.

O Spartak estava de olho mesmo é no jogador Luan, mas como não conseguiu avançar nas negociações, passou a se interessar por Pedro Rocha e procurou o Grêmio, que acabou aceitando a proposta, após o acerto de alguns pontos na negociação. Lá, Luiz Adriano está no próprio Spartak Moscou, e Vitinho no CSKA, sendo que o primeiro que já chegou a ser convocado no período de Dunga, nunca mais voltou a ser chamado desde que Tite assumiu o comando. Já preparados para uma recusa, a alternativa foi partir para o plano B. O Grêmio já havia avisado que precisava negociar algum jogador para fechar as contas da temporada, o que deverá ser possível com a saída do atacante.

Contratado em 2012 para as categorias de base do clube, Pedro Rocha viveu altos e baixos até se firmar no Grêmio no ano passado. Na decisão do torneio, Pedro Rocha marcou duas vezes contra o Atlético, no Mineirão.