Águas sujas e ratazanas mortas levam à interdição da praia — Carcavelos

Foram assim despejadas águas poluidas na praia de Carcavelos que tornaram a interdição “absolutamente necessária”

Foram assim despejadas águas poluidas na praia de Carcavelos que tornaram a interdição “absolutamente necessária”

As análises da água já foram solicitadas pela Câmara Municipal de Cascais e os resultados serão conhecidos amanhã.

"Esperava-se ainda que entendesse a natureza preventiva da interdição temporária, sabendo, como sabe, que não há intervenção da 'Sanest' a montante das descargas".

A interdição foi pedida pelo delegado de Saúde de Carcavelos, como medida de precaução.

"Como o ataque não teve o impacto pretendido, continuou a difamar a esquerda 'folclórica' e 'irresponsável'".

Segundo a candidata, as intenções de Carlos Carreira "não sobrevivem ao patético": "Como se os partidos interditassem praias, as imagens alarmantes fossem recolhidas por militantes de qualquer partido ou as ratazanas levassem uma bandeira partidária entre as patas", aponta.

"Carlos Carreiras segue a lógica que tomou conta do PSD: fazer barulho sobre tudo para não ter de falar sobre nada", acusa a candidata.

"Hoje, Cecília Honório reagiu às acusações, em comunicado, considerando-as graves, comentando que o presidente da câmara teve um comportamento "patético" nesta situação". "O Bloco não é o PSD de Carlos Carreiras: não acusamos nem difamamos responsáveis e profissionais por simpatias políticas e não temos "boys", vinca". Felizmente, longe vão os tempos em que fugíamos do concelho para ir à praia.

O delegado regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo afirmou hoje que a interdição da praia de Carcavelos, em Cascais, foi "absolutamente necessária", uma vez que "não havia garantias que a água não estivesse contaminada".

Os banhos na praia de Carcavelos estão interditos desde as 9h desta quinta-feira, devido a problemas relacionados com a qualidade da água.

Ontem, ao anunciar a interdição da praia de Carcavelos, o comandante da Polícia Marítima de Cascais, Mário Domingues, avançou a justificação: "Na sequência das fortes chuvas de terça-feira, a água galgou os açudes colocados nas ribeiras e trouxe águas sujas para a praia".

"Se as análises determinarem que não há risco a praia é reaberta". Ele devia ter respeitado um pouco mais a Autoridade Regional de Saúde. A autarquia e a Agência do Ambiente já recolherem amostras das águas para análise e o resultado será conhecido durante esta sexta-feira.

"Caso contrário, permanecerá interditada até que os resultados sejam positivos", disse o delegado regional de Saúde.