Obama pediu a Trump para respeitar as leis e a democracia

Olivier Douliery-Pool  Getty Images

Olivier Douliery-Pool Getty Images

- O ex-presidente Barack Obama quis fazer seu sucessor na Casa Branca, Donald Trump, refletir sobre a importância de se preservar a democracia e sobre a "indispensável" liderança dos Estados Unidos no mundo na carta que deixou no Salão Oval no dia da transferência de poder, e que foi divulgada neste domingo pela emissora "CNN". O antigo presidente norte-americano deixa algumas reflexões sobre os oito anos que passou em Washington e quatro conselhos fundamentais. "Cabe-nos a nós fazer tudo o que está ao nosso alcance para construir escadas de sucesso para todas as crianças e famílias que estão dispostas a trabalhar arduamente". "Cabe a nós, com ações e exemplos, sustentar a ordem internacional que vem se expandindo desde a Guerra Fria e da qual dependem nossa riqueza e segurança", afirma. "Nem o presidente Obama ou qualquer outro membro da Casa Branca ordenou a vigilância de qualquer cidadão norte-americano".

Por último, Obama aconselhou Trump a reservar um tempo para "os amigos e a família", apesar do acúmulo de responsabilidades e atividades ligadas à presidência. Milhões (de pessoas) depositaram esperanças em si, e todos nós, independentemente do partido, esperamos por prosperidade e segurança durante o seu mandato.

"Nós somos apenas ocupantes temporários deste cargo".

"Fomos ambos abençoados, de diferentes formas, com muita sorte. Isso faz de nós guardiões das instituições e tradições democráticas - como a regulamentação da lei, a separação de poderes, a proteção da igualdade e das liberdades civis - pelas quais os nossos antepassados lutaram e sangraram".

Esta é uma tarefa única, sem um plano claro para o sucesso, por isso não sei que conselho meu iria ser particularmente útil.

Insistindo na importância da liderança americana no mundo, Obama destaca a relevância dos Estados Unidos.

Aos Presidentes, disse, cabe "deixar esses instrumentos da nossa democracia pelo menos tão fortes como os encontrámos".

Obama termina o texto dizendo que ele e Michelle desejam o melhor ao novo casal presidencial, garantindo que estarão sempre prontos para ajudar.