Rescisão de anistia migratória de Trump é errada e cruel, diz Obama

Trump fecha a porta a “dreamers”, mas abre janela de seis meses para nova lei

Trump fecha a porta a “dreamers”, mas abre janela de seis meses para nova lei

"Estou aqui hoje para anunciar que o programa conhecido por DACA e que foi criado pela administração Obama vai ser terminado", disse Jeff Sessions, procurador-geral, aos jornalistas.

Protegendo os direitos de cerca de 800 mil jovens (os chamados "dreamers", sonhadores, em Português), maioritariamente sul-americanos, o DACA estará perto do fim, conforme adianta o The Guardian.

O governo do México está muito desapontado com a decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de encerrar o programa de Ação Diferida para Ingressos Infantis (DACA), disse o presidente mexicano Enrique Pena Nieto em um comunicado.

"Quaisquer preocupações ou queixas que os americanos tenham sobre a imigração em geral, não devemos ameaçar o futuro deste grupo de jovens que não estão aqui por sua culpa, não representam ameaça, não estão tirando nada do restante de nós", acrescentou.

Trump afirmou "não ser a favor de punir crianças" pelas ações de seus pais-lembrando, porém, que "muitos deles hoje são adultos".

Na cena política, destacam-se o porta-voz da Casa dos Representantes, Paul Ryan, bem como o senador Orrin Hatch e a Representante Ros-Lehtinen, uma cubano-americana da Florida, que no Twitter deu largas aos seu descontentamento com a decisão.

Os republicanos receiam as críticas que o cancelamento do programa federal possa gerar contra a administração norte-americana.

Da Casa Branca, os manifestantes seguiram para continuar o protesto em frente ao Congresso, ao Departamento de Justiça e ao hotel Trump International, propriedade do atual Presidente dos Estados Unidos.

Segundo Sessions, nenhum beneficiário do programa vai ser afetado antes de 5 de março de 2018, o que dá ao Congresso - a única instituição com poder para modificar o sistema migratório - um prazo de seis meses para tentar preservar as garantias do programa. O DACA permite a crianças imigrantes sem documentos obterem licenças de trabalho e a carta de condução a partir dos 16 anos, para além de poderem ter conta bancária e de viverem sem o medo da deportação durante dois anos.

O objetivo dos latinos é que seja dada luz verde a uma nova versão do 'Dream Act', que já foi apresentada no Congresso e que permitiria aos jovens indocumentados obter a residência e, posteriormente, a cidadania norte-americana mediante o cumprimento de vários requisitos. O presidente Donald Trump prometeu, durante a campanha presidencial, "matar" o DACA.