Príncipe William leva George para seu primeiro dia de escola - Quem

A Thomas’s Battersea tem capacidade para 540 alunos

A Thomas’s Battersea tem capacidade para 540 alunos

A decisão de escolher Thomas' Battersea apanhou de surpresa o Reino Unido, que julgava que George iria seguir as pisadas do pai e do tio Henry, frequentando o colégio de Wetherby, seguindo-se Ludgrove e, por fim, Eton.

"Nosso objetivo para ele, bem como para todos os nossos alunos, é proporcionar um ambiente seguro onde ele se sinta apoiado por uma comunidade generosa e adorável". Não haverá nenhum tratamento especial.

O Palácio de Kensington divulgou comunicando informando que, devido a enjoos naturais vividos nos primeiros meses de gravidez, a duquesa Kate Middleton não conseguiu acompanhar o príncipe George ao primeiro dia de aula, nesta quinta-feira (7).

Kate, que está grávida de seu terceiro filho, está novamente sofrendo de um severo enjôo matinal, Hyperemesis Gravidarum (HG), o que poderia impedi-la de aparecer na escola. Além de George, o casal também é pai de Charlotte, de 2 anos.

Na escola, ele será conhecido como George Cambridge, o ducado de seus pais, e a diretora do estabelecimento escolar, Helen Haslem, expressou sua esperança de que o pequeno príncipe "tenha a confiança de ser ele mesmo", em declarações à agência Press Association.

De acordo com o jornal O Globo, Kate vive o mesmo problema das duas gestações anteriores por sofrer de hiperêmese gravídica, doença responsável pelo causamento de náuseas e vômitos.