Furacão Irma arrasa Cuba e se aproxima da Flórida

Ondas em Havana provocadas pela passagem do furacão Irma neste sábado                  REUTERS  Stringer

Ondas em Havana provocadas pela passagem do furacão Irma neste sábado REUTERS Stringer

O furacão José, que se encontra no Atlântico a 950 quilómetros a este das Antilhas Pequenas, evoluiu para a categoria 3, com ventos de 195 km/h, segundo o Centro Norte-Americano e Furacões. Nas zonas turísticas da costa norte, mais de 10.000 turistas estrangeiros e outros milhares de cubanos foram evacuados para locais seguros, de acordo com o Ministério do Turismo.

"Hoje é o dia de fazer a coisa certa para sua família e ir para o interior, em busca de segurança", declarou, acrescentando que a tempestade "é maior do que nosso estado inteiro". Em Cuba, um milhão de pessoas foram retiradas. A tempestade está a cerca de 485 quilômetros de Miami.

Segundo informações do Centro Nacional de Furacões, um avião de monitoramento identificou queda na velocidade dos ventos do Irma, mas informou que devem aumentar novamente, já que o centro está sobre águas quentes.

O furacão Irma atingiu Cuba durante a noite, com força máxima antes de ser rebaixado para categoria 4, e avança para a Flórida, onde as autoridades ordenaram a saída de 5,6 milhões de pessoas com a aproximação do fenômeno que provocou 19 mortes no Caribe.

"Irma continua sendo um furacão extremamente perigoso!", escreveu no Twitter o Serviço Meteorológico Nacional dos Estados Unidos. "Por favor, as Keys não são seguras".

As estradas entraram em colapso com o número de pessoas que tentavam abandonar as zonas de risco, enquanto comboios militares seguiam para o sul com gasolina para permitir o transporte de mais pessoas.

A Flórida conta com 20 milhões de habitantes e, por enquanto, mais de um milhão de pessoas estão sujeitas às ordens de evacuação obrigatórias em vigor nesse estado e na vizinha Geórgia.

"O tamanho do furacão é enorme", disse Rick Scott, governador da Flórida, na quinta-feira. O condado de Palm Beach tinha mais de 40 mil interrupções. O mesmo responsável revelou que o presidente dos EUA, Donald Trump, já disse estar disponível para fornecer os recursos necessários para reconstruir a Florida após a passagem do Irma, segundo a Reuters.

As restantes vítimas são seis nas Ilhas Virgens Britânicas, quatro nas Ilhas Virgens Americanas, duas na parte holandesa de Saint-Martin, duas em Porto Rico e uma em Barbuda. Isso porque o furacão de categoria 4 pode levar até mesmo telhas de casa e danificar a rede elétrica. Já a tempestade tropical Katia, de categoria 1, passará nesta sexta pela costa leste do México.