Furacão Irma: milhares se negam a buscar refúgio nas Antilhas francesas

Furacão Irma ganha força e atinge categoria 5

Furacão Irma ganha força e atinge categoria 5

Quase 7 mil pessoas se recusam a seguir para abrigos nas duas ilhas em alerta máximo: St. Barth, território francês de ultramar, e St. Martin, ilha dividida em uma parte francesa e outra holandesa.

O Centro lembra que três furacões estão a progredir em simultâneo no Oceano Atlântico, depois das tempestades José e Katia passarem a esta categoria, juntando-se assim ao Irma.

"Se há uma mensagem que ainda podemos divulgar é de que se protejam ao máximo e escutem os conselhos e determinações", insistiu. Os ventos mais perigosos, normalmente mais próximos ao "olho" do furacão, devem passar perto das Ilhas Virgens e ao norte de Porto Rico durante esta quarta-feira, segundo os meteorologistas. O governador portorriquenho, Ricardo Rossello, decretou estado de emergência antes mesmo de o furacão atingir a categoria 4, para preparar a população sobre a possível chegada do Irma.

"Embora a trajetória exata do Irma não seja conhecida, não podemos nos dar ao luxo de estarmos despreparados", afirmou Scott em comunicado no início da semana.

- Não sentem e esperem - exortou ele, em coletiva, aos moradores do estado. Na capital, Havana, os moradores foram orientados a ficar atentos às mensagens das autoridades e preparados com comida não perecível e água potável.

Tragetória do Irma com locais que irá atingir nesta quarta-feira
Tragetória do Irma com locais que irá atingir nesta quarta-feira

Ainda não se sabe exatamente qual será a rota ou a força com que o furacão chegará, mas diversas cidades já receberam uma ordem obrigatória de evacuação, incluindo a famosa Miami Beach. O empresário Marcos Garrido, que vive em Boca Raton, contou ao GLOBO que, por causa da passagem do Harvey pelo Texas, as pessoas se programaram com antecedência, ao contrário de furacões anteriores.

Com ventos sustentados em mais de 240 quilômetros por hora, o Irma já deixou ao menos 22 mortos em sua passagem pelas ilhas caribenhas de St. Martine Barbados, enquanto se aproxima em direção à Flórida.

O furacão Irma tocou hoje terra na ilha de Barbuda, nas Caraíbas, anunciou o Centro de Furacões dos Estados Unidos.

A região norte do Haiti, entretanto, pode vir a sofrer inundações, segundo especialistas.