"Conceição está a repor a mística do FC Porto" — Pepe

Pinto da Costa assistiu ao treino dos dragões

Pinto da Costa assistiu ao treino dos dragões

Ricardo Quaresma, que também projetou a carreira no FC Porto, representa igualmente o Besiktas, com a dupla a partilhar esse "sentimento especial" do regresso, mas ciente do seu dever em campo.

O extremo, curiosamente, neste estádio, com a camisola do FC Porto, até já marcou ao Besiktas, há 10 anos.

"Eu acho que, com a idade que já tenho, sei perfeitamente das emoções que posso vir a ter". Se esta tradição turca é para manter é o que vamos saber mais logo à noite, quando o árbitro inglês Anthony Taylor der como finalizado jogo que dá o tiro de partida para a 22.ª participação do FC Porto na mais prestigiada prova mundial de clubes. "Mas com a experiência que tenho, espero estar tranquilo e fazer o meu trabalho sério como sempre, para poder ajudar a minha equipa", disse. "Vou lutar como os adeptos do FC Porto sabem". Por isso, O JOGO pediu-lhes para traçarem o perfil do primeiro adversário dos dragões na Liga dos Campeões, o Besiktas. O arranque da Liga dos Campeões e da Taça da Liga em setembro vem criar uma sobrecarga do calendário com os dragões a disputarem jogos a cada três dias, sendo que o ciclo será encerrado com um decisivo clássico em Alvalade, no dia 1 de outubro.

"Vai ser um jogo bastante complicado para nós".

Pepe revelou-se profundo conhecedor do clube e exaltou a "equipa aguerrida à imagem do treinador" Sérgio Conceição, que está no FC Porto para "impor o que era a identidade" dos 'dragões'.

O avançado Hélder Barbosa só chegou agora ao mesmo clube e considera que "a chegada do Pepe, uma figura muito importante, trouxe maior estabilidade e segurança", mas, mesmo assim, aponta o FC Porto como favorito para o jogo de amanhã. "Tentei passar essa mensagem a alguns companheiros, mas o treinador já deixou esse ponto de atenção". "Dou tudo por esta profissão", avisou apesar de lembrar o seu passado no clube.