Meirelles nega pré-candidatura à Presidência da República

Meirelles almoça com Kassab e integrantes do PSD em busca de apoio para 2018

Meirelles almoça com Kassab e integrantes do PSD em busca de apoio para 2018

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab (PSD), afirmou nesta quarta-feira, 13, que o governo está preparado para fazer uma intervenção na Oi, mas que ainda espera uma solução de mercado.

"Ele recebe com entusiasmo e com espírito de brasileiro".

O ministro também disse ter convicção de que a nova legislação de telecomunicações deve sair em algumas semanas. Meirelles recebeu cerca de 20 deputados do PSD, partido ao qual é filiado, em almoço na sua casa, no Lago Sul, região nobre de Brasília.

Meirelles não falou com a imprensa.

Um dos maiores expoentes do Partido Socialista Democrático (PSD) afirmou enfaticamente por meio da bancada federal da sigla sobre os desdobramentos, em relação à candidaturas propícias para a disputa eleitoral para a Presidência da República, no próximo ano. Estou concentrado em meu trabalho na Fazenda, para colocar o Brasil na rota do crescimento sustentado.

"Todos sabem que a questão da Oi é muito sensível. Seguirei debatendo política econômica com todos os parlamentares", disse.

O mercado gostou e a bolsa subiu enquanto circulavam, entre investidores e consultorias, durante a tarde, mensagens frenéticas noticiando que o PSD estava lançando a candidatura do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, à presidência.

Segundo relato de deputados e do próprio Montes, o ministro sorriu ao ser mencionado como candidato da legenda à Presidência da República. "Pedimos para ele autorização para falar de política em nome dele". "Queremos colocar ele em uma discussão de política", afirmou Montes.