Em comum acordo, Cuca deixa o comando do Palmeiras

Cesar Greco  Palmeiras

Cesar Greco Palmeiras

O time paulista divulgou uma nota explicando a saída "em comum acordo". O nome mais cotado para assumir o cargo no Palmeiras é do técnico Mano Menezes, que está atualmente no Cruzeiro. O treinador dará pronunciamento à imprensa às 14h30, na Academia de Futebol. O contrato assinado iria até o fim de 2018.

Acionado para o empate em 2 a 2 com o Bahia, no Pacaembu, o meio-campista foi ovacionado pela torcida e declarou amor ao clube. Em decisão tomada em comum acordo na tarde desta sexta-feira, o comandante não vai continuar seu trabalho até o fim do ano.

Por enquanto, Alberto Valentim é o treinador interino - ele comandará o Palmeiras no domingo, contra o Atlético-GO, às 17h, em Goiânia (GO). O presidente Maurício Galiotte dará uma entrevista coletiva na manhã de sábado para explicar a segunda mudança no comando da equipe em 2017. "A Sociedade Esportiva Palmeiras agradece ao técnico Cuca pelos serviços prestados e deseja sorte no prosseguimento da carreira". Ele tem contrato com o clube mineiro até o fim do ano e futuro ainda indefinido.

- Neste tempo que passei aqui na segunda vez, tentei ajudar da melhor forma, me doando ao máximo, mas este máximo não foi capaz de fazer o Palmeiras ter êxito na Copa do Brasil, nem na Libertadores, que era um sonho de todos.

Três meses após sua última partida, Felipe Melo voltou a ser relacionado para um jogo do Palmeiras.

Cuca reestreou no Palmeiras em maio deste ano, com vitória por 4 a 0 sobre o Vasco. Foram 16 vitórias, seis empates e 11 derrotas.